Biotech Patent News: Bioeletricidade

Nunca escondi que a minha área do conhecimento favorita é a interface. rsrs Acho que essas divisões que fazemos até são didáticas, mas o conhecimento no fundo é um só. Adoro quando a Biologia se mistura com outro campo: Direito, Economia, Química, Engenharia, Comunicação... e por que não? eletricidade.


Pois cientistas da Universidade Limerick, na Irlanda, conseguiram gerar eletricidade a partir de uma molécula biológica, a glicina, o mais simples dos aminoácidos e que é abundante na natureza. Seus cristais geraram eletricidade em resposta à pressão e se prevê a sua aplicação em carros, telefones e controles remotos, dentre outros. O trabalho foi publicado no periódico Nature Materials. Uma das coisas legais é que eles foram capazes de prever isso com modelos computacionais, uma abordagem que pode evitar anos de tentativa e erro. 


 Na foto, Sarah Guerin, a cientista que conduziu a pesquisa. 


Antes da publicação, é claro!, Sarah e os demais pesquisadores tomaram o cuidado de assegurar a patenteabilidade de seu trabalho depositando um pedido de patente para as diferentes aplicações industriais dessa tecnologia. Nunca é demais lembrar a importância da data de depósito de um pedido de patente. 


Para a notícia, clique aqui.



#Português

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Google+ Social Icon
RSS Feed